Menu

Coleções: Como começar?

Olá, marmotas! Como vocês estão?

Quem nunca colecionou alguma coisa? Seja um albúm de figurinhas, cards, action figures, quadrinhos, livros, cartões telefônicos (sim, e eu ainda tenho a minha!), moedas, papel de carta, ursinhos de pelúcia… etc… etc… etc…

Resolvi escrever essa matéria para ajudar aqueles que estão começando alguma coleção, mas possuem dúvidas sobre como organizar, como comprar, quando comprar ou onde armazenar suas coleções. Como o assunto é muito variado e muito extenso, então eu tentei separar algumas dúvidas e algumas dicas que fossem comuns em qualquer tipo de coleção. Quem me conhece e acompanha o blog, sabe que eu sou aficionado por Magic:The Gathering.Confesso que nunca joguei tãooo bem, mas sinto muito prazer em colecionar essas cartas!

magic03

E esse é o primeiro ponto: Sinta prazer! Afinal, não faria sentido colecionar alguma coisa sem que isso pudesse te proporcionar um certo nível de prazer. Não é mesmo? E quando digo isso, quero que você tenha em mente que se você gastar o seu dinheiro com algo, e esse algo causar aquela dorzinha no coração… Pare! Não compre. Se você não está se sentindo bem com a compra, é melhor procurar outro item para iniciar sua coleção. Eu digo isso, pois acho muito legal (muito MESMO) as Action Figures. Porém, é um tipo de coleção que eu ainda não estou preparado para ter. Eu não sentiria tanto prazer em gastar uma certa quantia em dinheiro para comprar um item para uma coleção desse tipo. Até mesmo porque talvez ainda seja algo que não caiba no meu orçamento.

Essa é a segunda dica: Calma! Muita calma! A empolgação no ínicio de uma coleção é absolutamente normal. O segredo é não deixar que essa empolgação faça com que você gaste uma quantia de dinheiro muito além do seu orçamento. Não faça dívidas absurdas por causa de sua coleção. A minha estratégia é separar um pouquinho do meu dinheiro para investir na expansão dos meus itens. Isso faz com que cada aquisição seja muito mais prazerosa, além de me forçar a buscar o melhor preço possível. Isso também faz com que eu me relacione com outros colecionadores.

a-colecao-de-r-400-mil-inclui-mais-de-5700-jogos-diferentes-1414696207416_897x755

A terceira dica: Troque experiências! Quer aumentar sua coleção? Trocar algum item? Conhecer melhor algumas particularidades? Vá até uma loja ou talvez até um clube de colecionadores da sua cidade. Se essa última opção não for possível, use a internet! Com certeza você encontrará alguma comunidade de colecionadores! O segredo é trocar experiências! A probabilidade de se fazer grandes amigos é imensa. Afinal, nada melhor do que compartilhar a mesma paixão.

Qual o próximo passo? Se divertir! Leia muito sobre o tema da sua coleção. Busque informações em sites, revistas e lojas especializadas. Planeje suas aquisições, e com toda certeza a sua coleção terá uma qualidade muito boa! É uma delícia olhar para cada peça e se lembrar do motivo que o fez comprá-la. A organização de uma coleção deve ser de acordo com o seu próprio gosto. Ordem cronológica, alfabética, por cor… Tanto faz! Por exemplo, as minhas cartas mais raras (e que por isso mesmo possuem um valor maior) eu mantenho em um fichário separado. Possuo outro fichário onde armazeno as cartas que eu mais gosto, independente de sua raridade. As cartas mais comuns estão armazenadas em caixas “organizadoras” de plástico, além de uma linda caixa feita de madeira por minha amada Sra. Marmota S2. Tais cartas consideradas comuns estão separadas por suas respectivas cores, coleções em que foram lançadas e também por suas caracteríscias (custo de mana). Dessa forma, quando vou efetuar alguma troca já sei exatamente onde elas estão!

Espero que tenham gostado, e que esse texto tenha te ajudado a esclarecer algumas dúvidas básicas sobre o ínicio de uma coleção! Caso tenha alguma dúvida, não pense duas vezes e entre em contato através do nosso Facebook, Twitter ou Instagram! Fique a vontade também para deixar o seu comentário e complementar ainda mais esse texto!

Vida longa e próspera!

Profundo conhecedor da resposta para a vida, o universo e tudo mais. Realizou seus estudos em Hogwarts, logo após retornar de uma viagem realizada em uma galáxia muito, muito distante. Adora café, nerdices e bater um papo emocionante com o Sr. Spock.

No comments

Deixe uma resposta

Inscreva-se no nosso canal!